domingo, julho 29, 2012

Dossiê Chapada das Mesas



Morro do Chapéu, ícone da região, apesar de não ficar dentro do Parque.
Criado por um decreto do governo federal em dezembro de 2005, o Parque Nacional da Chapada das Mesas até recentemente só era conhecido pelos ecoturistas mais aventureiros.
Mas nos últimos três ou quatro anos, o lugar tem sido cada vez mais procurado por aqueles que querem uma nova opção às já famosas Chapadas Diamantina, dos Veadeirosdos Guimarães.
E em junho, precisei ir a São Luis para resolver um problema prticular e acabei embarcando nessa.
Fui sozinho e vou contar como foi. Não me considero um ecoturista, sou um turista comum, por isso, o que valeu para mim, pode valer para um grande número de viajantes. Vou passar algumas informações úteis, dicas, cuidados e também relatos de possíveis "esticadas", ou seja, destinos que dá para incluir no seu roteiro para a Chapada.
Vamos por tópicos:
Onde fiquei em Carolina
Já que você decidiu ir, por que não experimentar...
Lençóis Maranhenses?

Rio Tocantins visto da Serra da Torre da Lua.

Marcadores: ,

4 Comments:

Blogger Ana Coeli Ribeiro said...

Que post maravilhoso amigo, essa chapada não conhecia, é sem dúvida maravilhosa. Mas o que gostei mesmo foi sua descrição da doce cidadezinha , viajei contigo em tuas palavras, sua maneira de viajar é poética e me encantam, belíssimas fotos.
É sempre um prazer te visitar, adoro!
Muita Luz
bjs
Ana

quarta-feira, agosto 15, 2012 9:57:00 PM  
Blogger Ana Coeli Ribeiro said...

Olá amigo,vim te visitar e vi meu erro Quis dizer: "encanta" ugh!
Linda semana prá ti!
Bjs
Ana

terça-feira, agosto 21, 2012 10:03:00 PM  
Blogger Enrico Fonseca said...

Estou indo em breve para Carolina.
Quantos dias ficou lá? Qual era o custo médio dos passeios?

quinta-feira, outubro 30, 2014 5:23:00 PM  
Blogger Julio Cesar Corrêa said...

Enrico, fiquei quatro noites e achei de bom tamanho. Se vc quiser conhecer todas as cachoeiras da região, deve ficar mais uns dois. Em relação aos preços, são bem salgados. Estive na região em 2012, portanto não me lembro dos valores, mas não sai barato. Como o local não é muito conhecido, é difícil arranjar pessoas dispostas a dividir os passeios. Muitos visitantes são do nordeste. Eles vão com seus próprios carros, põem o guia dentro e vão aos locais.
Mas com tudo isso, a Chapada vale muito ser conhecida.
Espero ter sido útil.
Boa viagem e bom proveito!

sexta-feira, outubro 31, 2014 7:50:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home