terça-feira, outubro 13, 2009

Pumb! Crash!!!! Bum!

Um táxi perde o controle e vai em cima de uma van comercial, numa esquina do Greewich Village, NY.
O Neves não estava envolvido no acidente. Mas até aí morreu Neves, você diria. Acidentes iguais a este devem ocorrer mesmo aos montes em várias cidades do mundo. Mas poucos são registrados por blogueiros.
Na verdade, o grande lance dessas fotos, tiradas do excelente New York Daily Photos, sobre o qual já cansei de falar aqui, é que o acidente havia acabado de acontecer. A polícia e os paraméticos ainda nem haviam chegado. E quem socorreu o motorista da van, ainda no carro, foram populares. Isso em uma metrópole mundialmente conhecida pelo seu individualismo selvagem, estresse e desumanidade. Realmente digno de nota. Essas fotos são provas fiéis de que o ser humano é realmente capaz de atos inesperadamente bons. Mesmo em Nova Iorque.
A grande mídia também ainda não havia chegado. E mesmo se tivesse chegado, se limitaria, talvez, a dar os dados burocráticos (estado do ferido, como foi, de quem foi a culpa, prejuízos, etc) e não seria capaz de registrar o belo exemplo de humanidade contido nas imagens. Isso cabe a nós, blogueiros. Por isso, apesar dos más línguas, acho que os blogs não vão morrer nunca. Não podem morrer.

Marcadores:

4 Comments:

Blogger ~*Rebeca e Jota Cê *~ said...

Julio Cesar,

Na minha cidade tem um sinal tão perigoso, que fica até difícil abrir o cruzamento pra deixar alguém passar.

Noite de luz, querido amigo.

Rebeca

-

quarta-feira, outubro 14, 2009 2:14:00 AM  
Anonymous DO said...

Espero que vc esteja certo,JULIO. Mas não é o que está parecendo.

Abração!!

quinta-feira, outubro 15, 2009 8:59:00 AM  
Anonymous Chuvinha said...

O ser humano de um modo geral nos surpreende a todo momento. Tem gestos mesquinhos e nobres ao mesmo tempo.

segunda-feira, outubro 19, 2009 9:59:00 AM  
Blogger Marco said...

Caro Julio,
do ser humano a gente pode esperar tudo. Bem e mal.
Já testemunhei provas de solidariedade com desconhecidos, numa manifestação de caridade cristã.
Mas, e sempre existe um mas... Uma vez minha mãe, uma senhora quase octagenária, caiu na rua e ninguém, alô, atenção, ninguém a ajudou a se levantar. Isso na Av. Copacabana esquina com Figueiredo de Magalhães.
É como eu disse: a gente v~e de tudo nessa vida.
Carpe Diem.

quinta-feira, outubro 22, 2009 3:59:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home