quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Adrenalina



14 Comments:

Anonymous Osimar Medeiros said...

Muito bom cara! Muito bom mesmo!
Eu, como cinéfilo inveterado não resisti e acabei imaginando essa cena da perseguição como um, vá lá, filme de John Frankenheimer?

Abração.

quarta-feira, fevereiro 21, 2007 11:23:00 AM  
Anonymous danielslopes.com said...

o seu de contos, a sair, já tem lugar garantido aqui na estante. como não gosto de ler literatura assim no computador, o bom mesmo é comprar e ler e reler. abraço.

quarta-feira, fevereiro 21, 2007 12:24:00 PM  
Blogger Marco said...

Caro Julio,
Estou lendo o seu livro e gostando bastante. Tem partes de tirar o fôlego como esta que você pinçou para po blog.
Quando chegar o final, faço uma crítica completa.
Um forte abraço

quarta-feira, fevereiro 21, 2007 1:31:00 PM  
Blogger Antonio Diamantino Neto said...

E aí meu caro, como anda a vida? Espero que menos turbulenta que a de seu protagonista policial. Qual o número da sua conta? Vc ainda tem exemplares do seu outro livro de contos? Um abraço!

quarta-feira, fevereiro 21, 2007 3:09:00 PM  
Anonymous Alexandre Inagaki said...

É sempre bom ler um policial brasileiro, gênero sem muita tradição por aqui. :)

quarta-feira, fevereiro 21, 2007 11:43:00 PM  
Blogger Julio Cesar Corrêa said...

Ina, o policial brasileiro estavam engatinhando e começam a andar. Precisamos escrever tramas com a nossa cara. Acho que consegui.
gd ab

quinta-feira, fevereiro 22, 2007 5:56:00 AM  
Blogger luma said...

Julio, como foi o resultado do chá?
Estou com overdose de chá e tentando colocar a vida em ordem também.
Ler os fragmentos é bom, imagina a totalidade! Anotei o e-mail e me aguarde!!
Beijus

quinta-feira, fevereiro 22, 2007 1:13:00 PM  
Blogger Mônica Montone said...

Espero que você esteja bem, querido Julio...........

Beijocas

MM

ps: não tive tempo de ler esse postão, hoje, sorry :o)

quinta-feira, fevereiro 22, 2007 2:52:00 PM  
Anonymous DO said...

Adoro qdo vc coloca trechos do livro,JULIO.
Realmente são muito instigantes.
Abração!!

quinta-feira, fevereiro 22, 2007 9:22:00 PM  
Anonymous Ursula said...

Gostei desse trecho do livro.
Fiquei pensando na situação do Brasil...Ta feia a coisa. Não sei onde vamos parar...
Beijos querido

sexta-feira, fevereiro 23, 2007 7:48:00 AM  
Anonymous Bruna said...

Oi Julio,


Adoro romance policial....bom, bom pra dedèu seu texto. Aguarde meu e'mail.

Beijos

sexta-feira, fevereiro 23, 2007 7:28:00 PM  
Anonymous Thulio said...

Puxa, vou tentar convencer o meu pai de comprar este "e-book" seu para mim. Antes que você pense que sou um vagabundo que vive as custas dos pais (rs...), deixa eu esclarecer que tenho 16 anos e só estudo, ainda não trabalho.
Assim q acabar de ler o Hotel Brasil (Frei Betto), tento convencer ele de me da os 5 reais. xD
Muito bem escrito.
Passa lá no meu blog depois... Passei um tempo sem computador mas agora estou voltando a ativa.
Um ótimo dia.

sexta-feira, fevereiro 23, 2007 8:50:00 PM  
Blogger JokerMan said...

Grande Julio. Em breve vou encontrar nosso amigo Lacerda. Depois te falo. Abraços criminais.

sexta-feira, fevereiro 23, 2007 10:04:00 PM  
Anonymous africamente said...

Um novo espaço de encontros e amizades , com videochat, mapas, blogs, albuns de fotos, videoteca, música e noticias sobre Africa! www.africamente.com

quinta-feira, março 08, 2007 11:24:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home