sábado, outubro 14, 2006

Aqui jaz...

Muvuca na porta do finado CBGB´s numa noite do verão de 1977. O cabeludo de banco, de óculos, encostado na parede é o também falecidao Joey Ramone, vocalista do famoso grupo punk, que, como muitas outras bandas, nasceram ali. Foto tirada daqui.


Pois é, acabou chorare. Neste sábado os jornais e críticos de música do mundo inteiro passaram a triste notícia: a lendária casa de rock CBGB´s, em Nova Iorque, vai fechar amanhã, domingo 15 de outubro, após 33 anos de atividades. Hoje tem show da Blondie e amanhã, o derradeiro show fica a cargo da também lendária Patti Smith, ambas iniciadas no local. Bandas como Ramones, Television e Talking Heads também debutaram neste clube sensacional, que surgiu para ser um local de música country e blues, mas que logo foi adotado pelos punks.
O East Village, onde fica a Bowery St., endereço do CBGB´s, sempre foi uma área extremamente desvalorizada, expremida entre Chinatown e a região portuária. Quando o lado oeste de Manhattans, até mesmo a ex-fedorenta e sombria área dos antigos abatedouros, começou a atrair restaurantes e bistrôs caríssimos, galerias de arte sofisticadas e grifes de luxo como a de Stella MacCartney, os comerciantes do outro lado intuíram o pior. E o pior chegou. Os aluguéis ficaram proibitivos na ilha a partir dos anos 90. E esse foi o motivo que levou o famoso clube punk a fechar as portas, segundo o seu proprietário, Hilly Kristal. Ele tem planos de reabrir o clube em - pasmem - em Las Vegas!!!!! Mas é claro que não será a mesma coisa.
Pois é, o CBGB´s vai fechar e levar com ele toda uma geração de roqueiros. Mas não só a velha geração, mas também a nova, que tinha no clube, um local generoso, onde podia mostrar seu trabalho. Porque as coisas para quem está começando no rock continuam quase tão difíceis quanto há 33 anos atrás.
Como vocês sabem, estive em Nova Iorque no mês passado e me surpreendi ao ver a Bowery tão limpinha, bem iluminada e cheia de lojinhas simpáticas. Estive no CBGB´s, que parecia mesmo meio deslocado em meio àquele cenário de limpeza e bom comportamento, onde em 1973, quando o clube foi reaberto, deslocados e desajustados de todos os gêneros disputavam lugar com ratos e baratas. Fiquei feliz por conhecer este lugar lendário. No post de 30 de setembro há uma matéria sobre o lugar e fotos que tirei. Na camisa que comprei ali, está escrito: Home of Underground Rock. E é ou era uma grande verdade.
Para saber mais sobre a história do CBGB´s e seu fim, mergulhe aqui.

Alô, Jorge! Agora só na próxima encarnação, meu véio!
E só restaram as fotos que tirei...


...e a camisa que comprei por U$ 28. Eu disse U$28? Pois a partir de hoje essa camisa comprada no CBGB´s...NÃO TEM PREÇO.


OBITUÁRIO

E já que este post está meio fúnebre, comunico mais uma morte. Aliás, os mais atentos já perceberam que o meu blog A Arte de Odiar havia sumido. Pois é, sem tempo de manter este, tive que sacrificar meu outro blog. E com ele se foi o Detetive Lacerda e suas aventuras. Lacerda morreu, mas segundo uma mãe de santo amiga minha, ele virou um encosto e está querendo voltar. Tenho rezado, argumentando que este blog é um corpo que não lhe pertence. Mas os mais antigos conhecem o Lacerda. E não se surpreendam se ele baixar por aqui a qualquer momento na matéria deste perna-de-calça.

4 Comments:

Blogger milton toshiba said...

Puxa, não conheço, teria um enorme prazer em conhecer!
Bom findi
Abçs

sábado, outubro 14, 2006 7:50:00 PM  
Blogger Jorge Ferreira said...

fudeu!!!...ja era conhecer o cbgb's...las vegas nao da liga!...como eu queria estar em nova iorque hoje!!!!

domingo, outubro 15, 2006 3:56:00 AM  
Blogger Antonio Diamantino Neto said...

É uma pena a questão do cbgb. Eles compram tudo, inclusive a história da música e dos movimentos urbanos. Detetive lacerda morreu, mas Tom Raiva, Rafael, Lua e outros personagens encontram-se a sua espera em folhetimnanet.blogspot.com. e os poemas também precisam de sua visita em diamantinoneto.blogspot.com. Um abraço.

domingo, outubro 15, 2006 2:06:00 PM  
Blogger Vera Fróes said...

Júlio, é triste quando parte de uma história se encerra. Mas é a vida o que se há de fazer? Adorava os Talking Heads, os ramones, apesar de saber da sua importância, não acompanhou minha vida musical.
O dia que estiver precisando de grana já sabe, coloca a camiseta no ebay para vender, deve render um bom dinheiro...tô brincando!

Bjos.

domingo, outubro 15, 2006 4:04:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home