quarta-feira, outubro 19, 2005

Uma Mulher Atormentada e Etc




"Olho em redor do bar em que escrevo estas linhas. Aquele homem ali no balcão, caninha após caninha, nem desconfia que se acha conosco desde o início das eras. Pensa que está somente afogando problemas dele, João Silva... Ele está é bebendo a milenar inquietação do mundo!"
Mário Quintana


Quer mais?...http://www.releituras.com/mquintana_bio.asp
OH, SENHOR! EU ESTAVA NAS TREVAS E AGORA VEJO A LUZ (OU OUÇO UM SOM)...
No post Coisinha Bonitinha do Pai, sobre o Ipod, eu cometi um erro, ao generalizar, dizendo que todas as rádios estão uma m. Mas nem tudo está perdido. Ainda há salvação. A Eldorado FM, de São Paulo, é uma milagrosa exceção. Dê uma olhada, http://radioeldoradofm.com.br/


Vlado
Na próxima terça feira, 25, quando se completarem os 30 anos da morte de Vladimir Herzog, ainda estará em cartaz Vlado - 30 anos depois, documentário do jornalista João Batista de Andrade. Se Batista tivesse feito um documentário sobre a prisão e morte do jornalista que fez do seu ofício um ato de resistência ao regime militar, já seria uma atitude louvável. Mas Batista fez mais, antes de tudo, um documentário sobre um grande amigo. E é isso que faz a diferença em Vlado, que inexplicavelmente só está em cartaz no Unibanco Multiplex, na Praia de Botafogo. Com depoimentos de Dom Evaristo Arns, a viúva Clarice Herzog, Fernando Morais, Paulo Markun, entre outros, o filme é uma visita comovente a um período não muito distante, mas pouco falado.
Tenho apenas vagas lembranças daquela época. Eu tinha 16 anos e estudava no Pedro II do Humaitá. No dia em que saiu a notícia da morte de Vladimir no DOI-CODI paulista, nossos professores fizeram apenas comentários evasivos e cautelosos. E basta assistir Vlado para entender por quê.

6 Comments:

Blogger franka said...

tou louca pra assistir esse filme.
época triste, essa da nossa juventude, não?

sexta-feira, outubro 21, 2005 2:17:00 PM  
Blogger Julio Cesar Corrêa said...

É obrigatório, Lúcia
bjs

sexta-feira, outubro 21, 2005 6:31:00 PM  
Anonymous Wagner said...

Só quero ver (ou melhor, ler) as vilanias dessa Virgínia...
Nesse fragmento ela levou mesmo a pior. Será que vai ter troco?

Agora falta muito pouco pra eu saber a história toda.

Abraço.

sexta-feira, outubro 21, 2005 10:04:00 PM  
Blogger Julio Cesar Corrêa said...

Valeu, Guilherme
ab


È isso aí, Wagner. Falta pouco.
gd ab

domingo, outubro 23, 2005 12:23:00 AM  
Blogger mariah1979 said...

Sabe, eu também vivo dizendo que as rádios estão uma m. E nem devia, sabe, pois afinal de contas, eu quase nunca ouço alguma. Vou passar a me corrigir. Conheci o seu blog através de uma brincadeira que fiz lá no Jornal do Blogueiro ( http://jornaldoblogueiro.blogger.com.br ) para descobrir blogs novos. Acabei de fazer o post e de publicar o seu link.

domingo, outubro 23, 2005 12:24:00 PM  
Blogger Julio Cesar Corrêa said...

Obrigado, Mariah pela visita e por publicar o meu link. Seja sempre bem-vinda. Embora, você não costume ouvir rádio, experimente a Eldorado FM, vale a pena
bjs

domingo, outubro 23, 2005 7:09:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home